Projeto "Flores que salvam" colore o Mercadinho Chic


15 Jul

Os impactos da pandemia pela Covid-19 afloraram ainda mais a solidariedade nas pessoas. Muitos projetos sociais surgiram neste período, outros se fortificaram e se consolidaram. E quando uma ação consegue unir diversas necessidades e benefícios, ela fica ainda mais especial. Este é o caso da iniciativa “Flores que salvam” que acontece em plena Oscar Freire, no coração da região dos Jardins, em São Paulo. Empresários se uniram para arrecadar alimentos e produtos de higiene em prol de comunidades carentes, e criaram uma verdadeira cadeia do bem. Em troca dos donativos, as pessoas recebem arranjos de flores que seriam descartadas, criadas pelo florista Roberto Rabello com o apoio dos produtores de Atibaia.

Além disso, o colorido da natureza deu vida a um espaço que foi desocupado, na galeria ao lado do Mercadinho Chic!, “Ao invés de alugar, decidimos transformar o local no ‘Espaço do Bem’. Com a parceria do florista Roberto Rabello, trouxemos esperança ao lugar, motivamos os lojistas fixos e ainda envolvemos outros colaboradores”, conta Claudia Godoy Faria, diretora executiva do Mercadinho Chic!, comércio que atua há mais de 10 anos na Oscar Freire.

O florista Roberto Rabello, conhecido por trabalhar com famosos e criar cenários incríveis com flores, ressalta a importância da natureza, de plantar, semear e colher, tanto na vida das pessoas quanto das flores. “Estou sempre engajado em projetos sociais, isso é o que me motiva. E poder retribuir pela ajuda do próximo com um arranjo é revigorante para todos. Sabemos que as flores têm o poder de alegrar ambientes e pessoas. Por isso, aqueles que não puderem vir até o Espaço do Bem ou preferirem nem descer do carro, podem parar na porta que nós retiramos com todos os cuidados as doações e entregamos nosso presente especial, inclusive através de portador”, complementa o especialista.

O Espaço do Bem no Mercadinho Chic! está previsto para funcionar, inicialmente, até 31 de julho. E para receber um arranjo de flores, basta doar de 5kg de alimentos não perecíveis e/ou cinco itens de material de higiene e limpeza. “Para se ter uma ideia, toda semana recebemos novas flores e plantas diretamente dos produtores de Atibaia. E elas também precisam de um lar, de carinho e de cuidados”, alerta Rabello.

O Espaço do Bem também conta com a curadoria da Arquiteta e Designer Crisz Moura, com itens de decoração, e peças da Liberttá Closet. O atendimento é feito de segunda-feira a sábado, das 11h às 16h, seguindo o decreto de funcionamento da Prefeitura de São Paulo, e com todas as medidas preventivas sendo aplicadas com colaboradores, clientes e parceiros, tais como aferição de temperatura na entrada, sinalização para circulação evitando aglomerações, uso obrigatório de máscaras e álcool em gel, além do controle do acesso de pessoas simultâneas. Tudo sob a consultoria de um infectologista.        

O Mercadinho Chic! fica na rua Oscar Freire, 720. Mais informações através das redes sociais: www.instagram.com/mercadinhochicsp  e Facebook @mercadinhochic.


Projeto Flores que Salvam - Crédito Divulgação/Infato Comunicação

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.