Os benefícios da yoga durante a gestação


22 Mar

A gravidez é uma fase emocionante e cheia de novidades para a futura mamãe, que a partir de agora tomará decisões em dobro que afetarão não somente ela, mas também o bebê. De repente tudo ganha um novo significado e cada movimento que a mulher faz influencia a nova vida que está se desenvolvendo. Por isso, durante esse período muitas mulheres se questionam se é seguro continuar se exercitando durante a gestação ou se realizar alguma atividade física pode ajudá-las a lidar melhor com essa fase, evitando assim alguns desconfortos e obtendo os benefícios do exercício para a mãe o bebê.

Uma gestação saudável exige também muito controle emocional das futuras mamães, e o Yoga pode ajudar nesse processo, já que a prática do exercício irá beneficiá-la para uma maior harmonia entre seu corpo em constante mudança e o prazer de sentir o seu bebê. Isso é o que afirma a especialista em Yoga para gestantes, Priscilla Leite “O Yoga ajuda a mulher a criar uma conexão ainda mais forte com o seu bebê através das posturas, respirações e meditações que a prática oferece” – destaca a professora, criadora do maior canal de Yoga do Youtube e da Plataforma Yoga Co (https://prileiteyoga.com.br/).

Segundo a Yogini, considerada hoje a maior professora de Yoga online do Brasil e que está grávida do seu segundo filho, dentre tantos benefícios como aumentar a flexibilidade e a força muscular, melhorar a capacidade respiratória, reduzir a dor nas costas e ainda fortalecer o assoalho pélvico uma das maiores vantagens da prática é que ela é uma boa alternativa para se manter mais relaxada e serena. “A atividade ajudará a ter um preparo ainda melhor para essa fase de mudanças intensas, em todos os sentidos, como é a gestação e a chegada de um bebê. O Yoga é um refugio para o nosso corpo, mente e coração. Um momento que você pode se dedicar a estar conectada mais profundamente com você mesma e com essa nova vidinha que está sendo gerada”, comenta.

Mas, embora o yoga seja um dos melhores exercícios para praticar durante a gravidez, há precauções que precisam ser tomadas. “É melhor evitar poses que exijam muito esforço e que comprimam a barriga ou exijam muito alongamento da região abdominal, bem como posturas que exijam que você deite-se de costas. Lembre-se, neste momento você deve realizar posturas que te deixem confortável, sem forçar o corpo” – destaca Pri Leite. De forma geral, o ioga pode ser praticado por todas as mulheres grávidas, mas existem algumas contra-indicações que devem ser consideradas.

“O melhor a fazer antes de qualquer coisa é consultar-se com seu médico e seguir as recomendações do profissional antes de iniciar a prática.” – a professora destaca ainda que, para as mamães é necessário reservar um tempo para descansar, conectar-se e nutrir sua prática. “Ficar forte durante a gravidez é ótimo quando feito com a mesma quantidade de relaxamento. É melhor permitir que seu corpo faça o que precisa fazer quando você também puder ter um sentimento de entrega. Estar grávida é maravilhoso, mas também desgastante para o seu corpo, então tire o seu merecido descanso sempre que puder!”, finaliza Priscilla.


Comentários
* O e-mail não será publicado no site.